Foto: redes sociais

Da redação | O Ministério Público (MP) pediu a internação provisória do adolescente que provocou a morte de mãe e filho em um acidente, em Caxias do Sul, na Serra. O fato ocorreu na madrugada de domingo (20), em um cruzamento do bairro Bela Vista. O Instituto-Geral de Perícias (IGP) confirmou que o menor de idade estava embriagado no momento da colisão.

Morreram no acidente Fernanda Xavier Sosso, 33 anos, e o filho dela, Otavio Xavier Ceconi, dois. Eles estavam em um Gol, que foi atingido na lateral pelo Ka, dirigido pelo adolescente, que se negou a fazer o teste do bafômetro, embora tivesse apresentado sinais de ingestão de álcool. Fernanda morreu no local. Otavio chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O jovem pegou o Ka para levar a namorada até a casa dela. No retorno, ele estaria em alta velocidade. Conforme relato próprio, atravessou no sinal amarelo e chegou a buzinar antes de colidir na lateral da porta do motorista do Gol.

Na manhã desta segunda-feira (21), policiais tentavam localizar imagens de câmeras de segurança e testemunhas. Do acidente, ficaram feridos Júlio Ceconi, 36, marido de Fernanda e pai de Otavio, e Kaua Xavier Cassanego, 14, filho de Fernanda e enteado de Júlio. Ceconi segue internado no Hospital Pompéia em estado grave.