Foto: Prefeitura de Cachoeirinha/Divulgação

Da redação* | Uma reunião na última terça-feira (22) definiu a intensificação das ações de segurança para coibir atos de vandalismos em escolas. No início desta semana, as EMEFs Tiradentes, Recanto dos Girassóis e Jardim do Bosque foram alvo de depredações e saques, com prejuízo direto aos alunos e comunidade escolar. “Nossa resposta é ainda mais presença, vigilância e união de esforços através do trabalho integrado e articulado”, destacou o prefeito Miki Breier.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O chefe do Executivo Municipal também convidou a comunidade a fazer a denúncia de atitudes suspeitas através dos telefones 190, 153, 34695311 ou 92507954. O comandante do 26° Batalhão de Polícia Militar (BPM) responsável pelo policiamento em Cachoeirinha, tenente-coronel Eduardo Ramos, lembrou que a cidade tem acesso à Polícia através dos grupos de WhatsApp, que podem ser acionados a qualquer momento. “Vamos fazer novos grupos e integrar ainda mais a cidade. É preciso destacar que os indicadores de criminalidade de Cachoeirinha são os menores da Região Metropolitana. Claro que dificilmente chegaremos ao índice zero, mas nosso objetivo é ficar muito próximo e contamos com a comunidade para isso”.

Até a próxima semana, um grupo de trabalho integrado pela Brigada Militar, Guarda Municipal e Agentes de Trânsito fará uma varredura em todas as unidades da Educação, Saúde e Assistência Social para determinar quais são os pontos frágeis. “Segurança é um conjunto de ações que vai acontecer de forma integrada”, destacou Miki.

A Prefeitura já está concluindo o processo de iluminação de todas as praças, trabalha para ampliar o programa Cachoeirinha Digital com a implantação de videomonitoramento e mais câmeras de segurança. A Brigada Militar, a Guarda Municipal e os Agentes de Trânsito reforçaram as rondas e patrulhamentos.

A Secretaria de Educação informa que as aulas seguem nas EMEFs. “As providências já foram tomadas e as aulas mantidas”, diz a secretária Rosinha Lippert. Boletins de Ocorrência foram abertos para investigar a ação dos criminosos que chegaram a virar e colocar panos em algumas câmeras de segurança. A secretária relata que o episódio de três unidades sofrerem com a ação criminosa em uma mesma data é atípico. As imagens do Cercamento Eletrônico estão sendo vasculhadas em busca de pistas dos criminosos.

*Com informações da Prefeitura de Cachoeirinha