Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Um homem de 19 anos foi preso na última quarta-feira (30) pela Polícia Civil, em Jaguarão. Ele confessou, na presença de um advogado, ter matado o pai Diogar Caetano Botelho de 64 anos na última segunda-feira (28). A vítima era radialista.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a polícia, o suspeito admitiu, no dia seguinte ao crime, ter desferido as facadas que mataram o pai. O suspeito justificou, à polícia, que foi atacado por Diogar e só aplicou os golpes para se defender.

O jovem foi encaminhado ao Presídio Estadual de Jaguarão. A polícia ainda vai averiguar as circunstâncias do crime para encaminhar o inquérito ao Ministério Público.

Quem era a vítima

Diogar Botelho era diretor da rádio comunitária Jaguarão FM e proprietário de uma borracharia. Na noite de segunda, por volta das 22h30, ele foi atingido por golpes de faca no abdômen, no tórax e nos braços na Rua Carlos Alberto Ribas, no centro da cidade. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebeu uma chamada para atendê-lo, mas o encontrou morto.