Foto: Jaime Zanatta/ GBC

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Canoas encontrou com o apoio do Corpo de Bombeiros o corpo de um homem em um matagal aos fundos de uma empresa na Avenida Guilherme Schell, no bairro Fátima. A identidade da vítima não foi divulgada.

Conforme informações preliminares da Polícia Civil, a vítima seria ex-cunhada do autor que foi preso neste sábado, no local. Ambos tiveram uma discussão durante uma confraternização no dia 22 de novembro. Após a briga, o criminoso agrediu o homem com golpes de barra de ferro.

Na manhã do dia seguinte, sábado 23 de novembro, ele teria ateado fogo no corpo que estava em cima de um sofá. Hoje, policiais encontraram apenas o tórax e a cabeça do homem, carbonizados e com partes do sofá grudadas nele.

Os dois moravam juntos e trabalhavam no mesmo local. O criminoso chegou a confessar que tinha feito ‘porcaria’ para os dois colegas da confraternização.

O local está isolado para o trabalho do Instituto-Geral de Perícias (IGP).