Foto: arquivo pessoal

A venezuelana Ariana Victoria Godoy Figuera, 24 anos, morreu no início da manhã desta sexta-feira (13) em Caxias do Sul após ser atacada com líquido ácido. O crime aconteceu no bairro Desvio Rizzo. Ela estava internada no Hospital Pompéia em estado gravíssimo, e não resistiu aos ferimentos. Ariana deixa um filho de quatro anos e uma filha de um ano.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O caso é investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). Ela foi atacada com ácido na noite desta quinta-feira (12), em Caxias do Sul. A polícia foi acionada por volta de 22h no Hospital Pompéia. No local, os PMs constataram que a vítima apresentava queimaduras profundas no rosto e em parte do tórax, provocadas por substância ácida.

Conforme relato da mãe, a vítima chegava em casa, quando encontrou uma pessoa no portão da residência. Ao se aproximar, ela a jogou um líquido no rosto. O Samu foi acionado, mas, em razão da demora, a mãe chamou um motorista particular, e conduziu a filha para a UPA Zona Norte. Por causa da gravidade dos ferimentos, ela precisou ser transferida ao hospital. O suspeito não foi mais localizado.