Foto: Polícia Civil/ Divulgação

O homem de 42 anos que foi preso na última quinta-feira (19) por estuprar a enteada, em Sapucaia do Sul, disse em depoimento que foi seduzido e se apaixonou pela menor. A vítima foi abusada dos 11 aos 13 anos.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a Polícia Civil, as investigações começaram em setembro. Os agentes descobriram que os abusos, que eram diários e ocorreram durante três anos. O crime acontecia na casa da vítima, em Sapucaia do Sul

Enquanto a mãe trabalhava, o homem abusava da menina. O caso foi descoberto após um exame médico, em que a casa hospitalar fez contato com o Conselho Tutelar. Depois disso, a menina foi retirada da mãe, até que a progenitora se separou do abusador, há dois meses.

Após o término do relacionamento, o homem passou a ameaçar a família de morte por meio do WhatsApp. A menina tinha medo do padrasto, pois temia que o agressor fizesse a mesma coisa com a irmã mais nova.

O criminoso foi preso escondido na casa de uma irmã, em Esteio.