Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

A polícia concluiu que o assassinato do sargento da reserva da Brigada Militar Ezequiel Freire dos Santos, 50 anos, ocorrido em Novo Hamburgo, foi ordenado pela companheira da vítima. O atirador foi preso no dia 13 de dezembro, em Viamão. Ricardo de Melo, 35, foi identificado como autor do crime.

Melo disse em depoimento que a mulher teria alegado que era agredida pelo marido e, por isso, queria que ele fosse morto. O crime foi encomendado por R$ 300,00. O objetivo era de que parecesse um assalto, a fim de evitar suspeitas.

O crime

Imagens de câmera de segurança, obtidas e divulgadas pela BM, mostram o momento em que o criminoso saca a arma e atira contra o PM. Eles conversaram por um curto período de tempo antes do assassinato.

O autor do crime vestia camiseta preta, boné e bermuda xadrez. O local do crime é uma empresa de reciclagem, às margens da BR-116. O estabelecimento pertencia a família do policial. O PM levou três tiros e morreu no local.