Foto: arquivo pessoal

O corpo do professor de capoeira Juliano Pinto, 45 anos, foi sepultado nesta quarta-feira (15) em Soledade, no Norte do Rio Grande do Sul. A despedida, no Cemitério Municipal, foi marcada por muita comoção.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Juliano morreu na terça-feira (14) após cair de uma altura aproximada de 35 metros do Morro das Furnas, em Torres, no Litoral Norte do Estado. Ele foi jogar uma rosa no mar, quando teria se desequilibrado e caído do penhasco. Bombeiros resgataram o corpo do educador de rapel.

O professor estava com alunos em uma excursão. Eles passariam uma semana na praia. O grupo havia recém chegado ao município e aguardava algumas horas até liberação das casas alugadas.