Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Agentes da 2ª Delegacia de Polícia (2ª DP) desencadearam nesta quinta-feira (20) a Operação Praetorium, que investiga um grupo criminoso que atua em forma de milícia em Canoas.

Estão sendo cumpridos 12 mandados de prisão e 33 de busca e apreensão em Esteio, Tramandaí, Imbé e Rio Grande.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme o diretor da 2ª Delegacia Regional de Polícia Metropolitana, delegado Mario Souza, a investida dos agentes foi considerada de alto risco, pois os criminosos eram “muito violentos” e ligados a uma tradicional facção criminosa no Rio Grande do Sul.

Segundo o diretor, com o uso da violência física e empresa de fachada, os milicianos captavam dinheiro para abastecer o tráfico de drogas.

“Essa quadrilha utilizava uma segurança armada para manter o líder e os bandidos seguros. Eles atuavam em Canoas e a facção tem berço no Vale do Sinos”, destaca Mario Souza.