Foto: Polícia Civil/Divulgação

Para combater o tráfico de drogas dentro de um condomínio, a 3ª Delegacia de Polícia de Canoas deflagrou na manhã desta sexta-feira (21), a Operação Nazarius. Foram cumpridas nove ordens judiciais de busca e apreensão.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme o titular da 3ª DP, delegado Rodrigo Caldas, foram três meses de investigação. Elas partiram de denúncias de moradores que viam a atuação dos criminosos dentro do local.

O Residencial Guajuviras 1, já estava sendo feito, inclusive, de ponto de venda de drogas. A dinâmica, como conta o delegado Caldas, é semelhante a de um drive-thru de fast food. “Alguns porteiros participavam do crime. Armados, eles cuidavam da logística do tráfico. Basicamente era assim: o cliente chegava lá e dizia que queria comprar o entorpecente. O porteiro ia, avisava o traficante, que vinha com a droga”.

Os mandados cumpridos no local eram para encontrar drogas. Os criminosos dominavam tanto o local que foram encontradas porções de maconha no sótão do salão de festas. “Eles costumam esconder até atrás da caixa d’água”, afirma o delegado. Ainda não foi divulgada a quantidade exata de entorpecentes encontradas no local.

A operação segue durante o dia. Segundo o diretor da 2ª Delegacia Regional de Polícia Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mário Souza, a denúncia da população é importante nesses casos. “Nosso objetivo é acabar com o tráfico de drogas”, enfatiza.