Foto: Pixabay

A busca pela felicidade é um dos combustíveis do mundo. Ser feliz com sua família e amigos pode ser algo facilmente alcançável, mas e a felicidade no trabalho? É uma utopia ou um denominador comum a ser conquistado.

Há diferentes formas de sentir alegria no emprego em que se tem: alguns por fazerem o que gostam ou pela equipe de trabalho, outros pelo salário ou status. A validade dessas formas de estar feliz não está em jogo, e sim, o que estamos fazendo para termos prazer no que fazemos.

Chegar aonde se quer na vida é um tarefa árdua. Até lá, dificuldades, barreiras e provação se colocarão a nossa frente. Porém, é necessário seguir, mas não apenas suportar, e sim procurar se reinventar como funcionário, ser um pouco melhor a cada dia, e mesmo que o seu trabalho seja um “saco”, procure um motivo, de preferência alguém, que te faça levantar todos os dias.

Uma plenitude dentro da função que exercemos, é improvável, para não dizer impossível. Entretanto, ser totalmente insatisfeito é errado e muito prejudicial a nossa saúde física e mental. Não existe fórmula mágica, até porque, cada carreira tem sua peculiaridade. Mas ter coragem, bons relacionamento, ser responsável e seguro no que se faz, é um grande caminho. Se vamos trabalhar até o fim de nossas vidas, que ao menos façamos isso com satisfação, até porque a água mais benta do mundo, é o suor da nossa própria testa.