Foto: Divulgação

Dorival Varella de Souza, 85 anos, morreu na tarde de quinta-feira (27), em Caxias do Sul. Ele estava internado no Hospital Virvi Ramos após sofrer um assalto que sofreu no início da manhã, na rua Ambrósio Colombo, no bairro Rio Branco.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a casa de saúde, o idoso morreu às 14h45 em decorrência de “múltiplos traumas no crânio, face e tórax”. Ele saía de casa para trabalhar, quando foi alvo de ação criminosa.

Conforme a Brigada Militar (BM), uma vizinha presenciou o crime. Ela disse ter ouvido disparos de arma de fogo e visto Souza cair no chão. De acordo com a testemunha, um homem encapuzado entrou no carro da vítima e fugiu.

Ao lado do idoso foi encontrada a carteira, sem dinheiro. Ele não foi alvo de perfurações causadas por arma de fogo.

De acordo com o titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), delegado Luciano Righes Pereira, a primeira hipótese é que tenha ocorrido um latrocínio, mas outras possibilidades não são descartadas.

O carro do idoso foi encontrado no bairro Desvio Rizzo. De acordo com a BM, o Renault Scenic foi abandonado na Av. dos Girassóis. Os policiais localizaram o veículo sem a chave, sem o rádio e com danos.

Souza será velado na Capela E do Memorial São José, em Caxias do Sul. Nesta sexta (28), ele foi cremado no Memorial Crematório São José.