Foto: Lucas Quadros/ Trensurb

A Trensurb determinou nesta quinta-feira (5) que mudanças sejam feitas nas ações de prevenção e combate ao novo coronavírus. Mesmo o Rio Grande do Sul não tendo nenhuma confirmação de paciente infectado pelo vírus, a concessionária desenvolve ações de prevenção, tendo em vista o fluxo diário de milhares de passageiros que viajam em seus trens.

De acordo com o diretor-presidente da Trensurb, Pedro Bisch Neto, as ações são desenvolvidas em três eixos:

– Fornecer e exigir o uso de elementos de proteção individual por todos os funcionários encarregados da desinfecção e higiene dos trens e estações”

– Aumentar a oferta de trens nos horários de pico, diminuindo a concentração de usuários;

– Reforço na campanha de esclarecimento aos usuários, através de impressos, avisos sonoros e mídias sociais.

Trens acoplados: mais espaço nos vagões

A operação de trens acoplados está sendo ampliada para o pico da tarde com a circulação das composições de oito carros – cada uma delas formada por dois trens série 100. Com isso, 26 trens serão utilizados simultaneamente. Serão duas viagens que partirão da Estação Mercado e Novo Hamburgo, as 17h52 e 18h52h.

Pela manhã, será mantido a circulação das 6h54 às 8h19, três viagens partirão da Estação Sapucaia em direção à Estação Mercado, atendendo ao trecho e sentido mais movimentados do sistema; nesse período, também haverá uma viagem com trens acoplados no sentido inverso, da Estação Mercado até a Estação Sapucaia.

Com essa melhoria na oferta de trens, a Trensurb amplia sua capacidade de atendimento em 13% no trecho Sapucaia – Mercado, em sentido a Porto Alegre: de 16.200 para 18.360 passageiros por hora por sentido. E, no turno da tarde, a oferta será de 12% no trecho Mercado-Novo Hamburgo: de 18.360 para 20.520 passageiros por hora sentido.

Limpeza, avisos sonoros e informação nas redes sociais

A Trensurb intensifica a limpeza os trens – todas as viagens que chegam aos terminais em Mercado e Novo Hamburgo – os 50 profissionais da limpeza, divididos em turnos e horários específicos, usam álcool líquido para desinfetar janelas, portas e barras. O mesmo vale para as catracas e bilheterias, que são desinfetadas com álcool, a cada trinta minutos.

Avisos sonoros, nas estações e trens, também estão sendo emitidos com informações aos usuários do metrô, de como se prevenir. Essas dicas também estarão nas TVs nos trens e estações, além dos posts diários nas redes sociais da empresa e no site.