Foto: Brigada Militar/Divulgação

Criminosos atacaram um banco e explodiram um caixa eletrônico do Banrisul na madrugada desta sexta-feira (6) em Segredo, no Vale do Rio Pardo. Durante a ação, eles fizeram um morador refém.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a Brigada Militar (BM), o homem que morava perto do banco, saiu de casa ao ouvir o barulho da explosão. Quando foi visto pelos bandidos, levou uma coronhada na cabeça e foi mantido como refém durante toda a ação. Ele assistiu parte do ataque e deve prestar depoimento ainda hoje.

Segundo relato de moradores, o grupo criminoso formado por cinco pessoas, quebrou os vidros da única agência do Banrisul na cidade. Com a explosão de um caixa eletrônico, o terminal ficou destruído, e as paredes ficaram manchadas de tinta por causa do equipamento antifurto que mancha as notas em caso de roubo.

A Polícia Civil já está investigando o caso. Ainda não se sabe se algum dinheiro foi levado. “Tudo que indica que o dinheiro foi levado, mas as notas podem estar pintadas ou chamuscadas. Se alguém ver uma nota assim, deve denunciar”, afirmou o delegado João Paulo de Abreu. O número de telefone para denúncias é 0800 510 2828.

Esse foi o segundo ataque a banco na madrugada. Conforme a Polícia Civil, até o momento, não há relação entre esse e o caso que acabou com sete criminosos mortos em Paraí, na Serra. A Brigada Militar (BM) faz buscas na região a procura dos bandidos.