Foto: Artur Colombo

Nesta terça-feira (17), a Direção Executiva da Trensurb determinou a adoção de medidas adicionais de prevenção ao coronavírus. O funcionamento da linha metrô-aeroporto do aeromóvel está temporariamente suspenso, por tempo indeterminado. As unidades do Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos, biblioteca presente nas estações Mercado e Novo Hamburgo, também permanecerão fechadas a partir de amanhã, até segunda ordem. Além disso, os bebedouros das estações serão desativados. Também estão sendo adotadas medidas para garantir a saúde dos empregados, especialmente daqueles que fazem parte de grupos mais vulneráveis à doença.

Anteriormente, a Trensurb já havia adotado medidas preventivas. A limpeza dos trens foi intensificada: em todas as composições que chegam às estações terminais, Mercado e Novo Hamburgo, 50 profissionais de limpeza, divididos em turnos específicos, usam álcool líquido para desinfetar janelas, portas e barras. O mesmo vale para as catracas e bilheterias, desinfetadas com álcool a cada trinta minutos aproximadamente.

A circulação de trens acoplados (totalizando oito carros, ao invés dos quatro usuais) foi ampliada para diminuir a aglomeração durante as viagens. Anteriormente, eram quatro viagens somente no turno da manhã. Desde 5 de março, há duas viagens com trens acoplados também no turno da tarde.

Avisos sonoros, nas estações e trens, estão sendo emitidos com informações sobre a prevenção. Essas dicas também são veiculadas nas TVs disponíveis nos trens e estações, além de publicações nas redes sociais da empresa e no site.

Vale lembrar que todos os trens, inclusive os da série 200 (com ar condicionado), possuem janelas e a orientação aos usuários é que elas sejam mantidas abertas para que haja maior circulação de ar. É importante informar, ainda, que tanto os trens da série 100 como os da série 200 contam com sistemas de ventilação projetados especialmente para garantir a renovação do ar.