Foto: Vinícius Thormann

O Hospital Universitário (HU) de Canoas inaugurou, nesta terça-feira (17), as novas Unidade de Tratamento Intensivo Pós-operatório (UTI UPO) e Sala de Recuperação. As duas alas foram totalmente reformadas para dar melhores condições de atendimento aos pacientes que necessitam dos serviços do hospital e proporcionar boas condições de trabalho para os profissionais do setor. A iniciativa faz parte dos esforços da Prefeitura de Canoas para recuperar a estrutura do Hospital Universitário, que há anos não recebia obras de manutenção.   

O HU realiza, todos os meses, mais de 1600 procedimentos cirúrgicos, 45 mil atendimentos ambulatoriais e cerca 1000 internações. É para prestar melhor assistência aos pacientes que, desde de janeiro de 2019, a gestão municipal, junto do grupo de intervenção dos hospitais de Canoas, vem trabalhando com muita seriedade e conquistando êxitos. De lá para cá, novos serviços já foram inaugurados e entregues à comunidade, como a Clínica de Saúde da Mulher.  

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, comemora mais uma conquista na saúde pública do município: “Com a reinauguração da UTI Pós-operatório, a gestão conclui o ciclo de reformas, inéditas, das cinco unidades de terapia intensiva do Hospital Universitário. A qualidade da saúde é o foco da administração, estamos trabalhando para oferecer, cada vez mais, espaços adequados e melhores serviços para os canoenses”, destaca Busato. Foram reformadas as UTIs: Neonatal, que tem 35 leitos para recém-nascidos que precisam de cuidados extremos; a Pediátrica, as unidades adulto Norte e Sul e, agora, a UTI Pós-operatório.  

Segundo o secretário da Saúde, Fernando Ritter, com a nova estrutura, o hospital terá condições de realizar ainda mais cirurgias e agilizar o cuidado dos pacientes pós-cirúrgicos. “É importante lembrar também que estamos entregando as obras do Hospital de Pronto-Socorro (HPS), que terá mais leitos para o atendimento de urgência e emergência, e a Clínica da saúde da Criança, que vai contar com leitos clínicos, pronto atendimento e emergência pediátrica para atendimento integral das criança de Canoas”, salienta Ritter.  

Reforma do Bloco Cirúrgico  

Com 11 salas, o andar onde são realizados os procedimentos cirúrgicos recebeu obras de modernização e recuperação. Foram reconstruídos os pisos e feita a troca de pavimentos, além de reforma nas paredes e troca de portas. O andar inteiro recebeu nova pintura e melhorias na iluminação. Com a entrega das novas salas de recuperação, que têm 35 leitos, a Prefeitura de Canoas conclui a reforma em todo o bloco cirúrgico.   

Mais cirurgias  

Sob comando de técnicos do Município, o HU tem aumentado os índices de produtividade. Entre os meses de janeiro e outubro, o número de cirurgias cresceu 93%. Além disso, também houve crescimento de 65% no total de consultas e exames, ao longo do mesmo período. É uma conquista importante para a população da cidade. São mais exames, consultas com especialistas e cirurgias sendo realizadas todos os dias, nos hospitais da cidade. O número de procedimentos cirúrgicos, que em janeiro foi de 967, chegou aos 1604 em outubro. No mesmo período, as internações, consultas e exames saltaram de 24.051 para 46.600. Um avanço expressivo em termos de produtividade e atenção à população.  

Outras melhorias  

Fora o crescimento do número de procedimentos, a realidade dos hospitais já é diferente. O grupo de intervenção realizou a compra de cinco mil itens, como medicamentos e materiais médicos, quitou parte dos passivos com fornecedores e colocou os salários em dia. Além disso, o hospital ganhou novo equipamento angiógrafo, que irá contribuir significativamente para o diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares. Já o Hospital de Pronto Socorro está passando pela primeira obra de revitalização de sua história.  

A primeira parte, que é a obra executada atualmente, inclui a reestruturação e melhorias na área social externa, áreas cobertas de acessos, estrutura de pronto atendimento, emergências, pediatria, traumatologia, recepção, sanitários, sala de espera dos familiares e ouvidoria. Quatro novos consultórios médicos já foram entregues e estão sendo utilizados por pacientes e médicos. Ao todo, será revitalizada uma área de 451 m² do hospital. Além disso, a intenção é reformar a portaria central, o saguão, a recepção e revitalizar as fachadas. Com a reforma, os atendimentos no hospital terão seus fluxos revistos para melhoria no atendimento. O investimento da obra está estimado em R$ 1,3 milhão, aporte que será feito integralmente com recursos próprios do município.