Pessoas se passando por agentes de saúde e vestidos com jalecos brancos estão efetuando contato em residências para aplicarem um golpe. Após se identificarem e relatarem que necessitariam fazer um teste compulsório do coronavírus, elas acessam a casa das vítimas e efetuam roubos, em alguns casos, convidam os moradores para deslocarem até hospitais próximos para efetuarem o delito. De acordo com a Brigada Militar, há relatos de situações semelhantes nos bairros Olaria e Estância Velha.

“Alertamos que as Secretarias de Saúde do Município e do Estado, NÃO utilizam essa forma de contato, somente com agendamento prévio. Caso essa situação ocorra, favor entrar em contato com a Brigada Militar pelo telefone de emergência 190, para tomarmos as medidas necessárias. Não aceite estranhos em sua residência sem antes verificar a veracidade da visita”, diz o 15º BPM em publicação.

Disque Vigilância, da Secretaria Estadual da Saúde (SES)
Telefone 150
E-mail: disquevigilancia@saude.rs.gov.br
De segunda a sexta, das 8h30 às 22h
Aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 22h

Disque Saúde, do Sistema Único de Saúde (SUS).
Telefone 136
De segunda a sexta, das 8h às 20h
Sábado, das 8h às 18h

O batalhão ainda alerta a comunidade sobre a aquisição de álcool em sinaleiras e locais suspeitos. “Muitos estão utilizando desse momento de crise para vender produtos de procedência duvidosa, que além de não cumprirem o propósito destinado, causam danos a saúde do usuário. Não compre produtos desse tipo em sinaleiras e locais duvidosos”.