Foto: Arquivo/ Vinicius Thormann

A morte de um idoso de 81 anos, morador de Camaquã, segue sendo investigada. O paciente faleceu no Hospital Universitário (HU) de Canoas, que atestou a causa da morte por Covid-19. Porém, o Laboratório Central do Estado (Lacen) ainda não emitiu o laudo para confirmar o óbito pela doença, sendo aguardada a conclusão do exame laboratorial.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o atestado de óbito do idoso apresenta equívoco de um profissional do HU. “Zeloso com os familiares e com os encaminhamentos funerários, [o funcionário] atestou a causa da morte sem a conclusão laboratorial. O fato já foi devidamente apontado e corrigido”, diz nota da SMS. O idoso havia sido internado no Hospital Nossa Senhora Aparecida, mas precisou ser transferido para Canoas.

Conforme a Secretaria Estadual da Saúde (SES), o Rio Grande do Sul contabiliza 274 casos confirmados da doença, a maioria em Porto Alegre, 161. Bagé, na Campanha, vem na sequência com 15 casos. O Lacen já confirmou quatro mortes por coronavírus.