Dez chineses foram presos neste sábado (11) em São Paulo com uma carga de equipamentos para o combate ao coronavírus roubada do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Segundo a Polícia Civil, foram subtraídos 1,5 milhão de máscaras de proteção, 15 mil testes para detecção do vírus, termômetros, material de proteção para médicos e álcool em gel.

Os bandidos pretendiam vender o material por R$ 3 milhões, conforme o órgão policial.