Foto: Reuters

A primeira etapa de uma pesquisa por amostragem estima que 5.650 pessoas já estejam contaminados pela Covid-19 no Rio Grande do Sul. O foco do levantamento é projetar o percentual da população gaúcha infectada pelo coronavírus.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

As projeções levam em conta o resultado de 4.189 testes aplicados em nove cidades de diferentes regiões, e apontam para uma relação de um caso para cada grupo de 2 mil habitantes.

O estudo inédito encomendado pelo governo do Estado e coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) terá outras três fases com o objetivo de identificar a prevalência da Covid-19 e projetar incidência de casos mais graves e até o grau de letalidade da doença.

Os resultados dessa primeira rodada foram apresentados nesta quarta-feira (15), durante entrevista do governador Eduardo Leite. Dos testes aplicados entre sábado (11) e segunda-feira (13), dois casos deram positivo para a Covid-19, o que representa 0,05%.

As nove cidades onde foram realizadas as coletas, incluindo Porto Alegre, representam 31% da população gaúcha, ou seja, 11,3 milhões de habitantes. O estudo reflete uma realidade do avanço da doença de duas semanas atrás. A pesquisa mostra também que, para cada diagnóstico do coronavírus nesses municípios, existem outros quatro casos não notificados.

O Ministério da Saúde enviou 20 mil kits para viabilizar a aplicação dos testes e já programa replicar o mesmo estudo no restante do país. Seguindo critérios do IBGE, nessa primeira rodada foram testadas 500 pessoas em cada uma das seguintes cidades: Pelotas, Uruguaiana, Ijuí, Caxias do Sul, Passo Fundo e Santa Cruz do Sul. Em Canoas foram 332 testes, Porto Alegre teve 396 coletas e Santa Maria atingiu 461 pesquisados.

A próxima etapa está prevista para ocorrer entre os dias 25 e 27 deste mês.