Foto: Jaime Zanatta/GBC

Os funcionários da Sogal estão prometendo uma operação Tartaruga para a próxima quinta-feira (7). Eles estão sem plano de saúde e reivindicam a regularização do serviço.

Conforme o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários do município, Eloir Soldi, a categoria buscou atendimento e foi informada que, por falta de pagamento, eles não tinham mais direito a consultas. “Se essa situação não ser resolvidas nas próximas horas, vamos fazer a operação”, conta.

Segundo Eloir, a partir de quinta muitas viagens deixaram de ser feitas na cidade por causa da operação. “Os veículos vão andar com velocidade máxima de 30km/h. Isso vai causar um efeito cascata nas viagens e vai ter horário que não será atendido. O itinerário que leva 30 minutos até o Centro poderá levar até duas horas”, afirma.

Eloir ainda destaca que eles podem entrar em greve nos próximos dias. “Vamos começar com a operação tartaruga. Se não adiantar, cruzamos os braços”.

A reportagem de Agência GBC busca contato com a Sogal, mas ainda não obteve retorno.