Foto: Jaime Zanatta/GBC

A terça-feira (12) pode começar sem ônibus nas ruas de Canoas. A categoria de funcionários da Sogal comunicou o Sindicato dos Rodoviários que a partir das 08h pretende parar o transporte coletivo na cidade. Porém, há um grupo que cogita nem tirar os coletivos da garagem.

O movimento decorre da falta de pagamento do plano de saúde, que está atrasado. O Sindicato dos Rodoviários de Canoas ressalta que o movimento é de iniciativa dos próprios funcionários. A entidade tem na manhã dessa terça-feira uma reunião com a empresa para buscar uma conciliação sobre o pagamento do benefício.

Segundo o sindicato, a categoria havia conseguido na Justiça uma determinação para que a concessionária pagasse o benefício, que estava atrasado. Mesmo assim, não houve a quitação por parte da empresa, motivando uma reação dos colaboradores.

Os funcionários da Sogal, então, se mobilizaram. Por iniciativa da própria, a categoria deixou de circular com os ônibus na tarde desta segunda-feira (11), afetando o serviço na cidade. Por volta de 18h, a circulação foi retomada, com coletivos lotados e viagens atrasadas.