Foto: Jaime Zanatta/GBC

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-RS) divulgou na manhã desta quinta-feira (14) que dois presos de Canoas foram mortos a tiros em abril. Eles ganharam progressão de regime por causa do coronavírus.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Não foram divulgadas identidades. A primeira vítima cumpria pena no Instituto Penal de Canoas por roubo majorado. Ele foi morto a tiros no dia 8 de abril em Porto Alegre.

A segunda vítima cumpria pena na Penitenciária Estadual de Canoas II. Fora do confinamento desde o dia 25 de março, ele foi morto a tiros em 19 de abril no município de Triunfo. Conforme apurado por Agência GBC, o homem de 22 anos estava em casa, no bairro Ponte Seca, quando foi atingido por disparos. O crime está sendo investigado pela Polícia Civil.

Mais de 10 homicídios entre presos

Em abril, 22 presos que tiveram liberdade concedida pelo Judiciário acabaram virando vítimas de homicídio, o que representa 13,9% dos assassinatos no Estado. Caso essas mortes não tivessem ocorrido, o número de homicídios no mês teria sido de 136, o que representaria queda de 10,5% sobre os 152 registrados em abril do ano passado.

O impacto da libertação de presos em meio à Covid-19 também aparece na comparação com as solturas concedidas em igual período de 2019, quando não havia a presença do novo coronavírus.

As 22 mortes de libertados do sistema prisional em abril de 2020 representam alta de 175% sobre os oito assassinatos de presos que tiveram liberdade concedida no mesmo mês do ano anterior.