Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 24 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil na madrugada deste sábado (16) em Esteio. O catarinense aplicava golpes em aplicativos de restaurantes e entrega de comida na Região Metropolitana.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O criminoso foi preso no momento em que aplicava mais um golpe. Utilizando dados falsos, ele realizava cadastros nas plataformas de entrega e passava a obter os produtos sem pagar.

A investigação coordenada pela delegada Luciane Bertolleti, titular da DP de Esteio, apurou que ele era o articulador do esquema e teria causado o prejuízo de R$ 10 mil somente a um estabelecimento comercial, utilizando nomes e perfis falsos, documentos de outras pessoas, cartões de créditos irregulares. “Ele tinha diversos antecedentes criminais pelos crimes de falsidade”, comentou a delegada.

Além desse golpe, o criminoso revendia esses produtos que ele não pagava em outros sites de vendas da internet. Os agentes apreenderam a mercadoria que estava sendo entregue no momento da prisão, além de diversas caixas com objetos etiquetados com nome falso. Também foram encontrados notas fiscais, cartões de crédito, notebook, drogas e balança de precisão.

“Foi uma ação para estancar o prejuízo dos comerciantes e trabalhadores de Esteio”, pontuou a delegada Luciane. Já o delegado regional Mario Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM) regional de Canoas, afirmou que “foi uma ação essencial contra os golpes de vendas em aplicativos, plataformas e sites de internet.” Souza, ressaltou que “em um momento de pandemia o crime demonstra sua maldosa criatividade, levando prejuízo aos trabalhadores que tentam manter seus negócios com outras formas de venda.”