Foto: Jaime Zanatta/GBC

A Prefeitura de Canoas emitiu uma nota neste fim de semana após a disseminação de boatos nas redes sociais indicando um planejamento do município para retomar as aulas. Segundo a administração pública, não há nenhuma movimentação para o retorno das atividades no momento.

Inclusive, o governador Eduardo Leite ainda não anunciou os protocolos de segurança para que isso seja realizado. Nesta semana, ele deve apresentá-los ao público. Não está descartada, por parte do Estado, a volta às aulas com a utilização do sistema de ensino a distância. A Assembleia Legislativa enviou R$ 5 milhões ao Executivo para que os estudantes tenham acesso ao conteúdo on-line, por meio do pagamento da internet com o recurso oriundo do parlamento.

Justamente nesse aspecto, a Secretaria da Educação de Canoas está concentrando esforços para estruturar o ensino à distância. “As escolas municipais estão ampliando o vínculo de aprendizado através de plataformas digitais, como o Google For Education e redes sociais, para não prejudicar o ensino. Estudantes, que não têm condição de acesso a estes materiais, têm recebido conteúdos impressos, através de agendamento de horários para evitar aglomerações, conforme os protocolos de saúde. As iniciativas de manutenção de vínculo, que contemplam, inclusive, o Centro de Educação Inclusiva e Acessibilidade, estão sendo ampliadas em toda a rede de ensino”, diz trecho de nota da Prefeitura de Canoas.

A Prefeitura de Canoas ainda se manifestou informando que tem tomado diversas medidas para cuidar da população em meio ao coronavírus, seja vacinando pessoas em casas, distribuindo ranchos nas residências de famílias em vulnerabilidade e incentivando o uso de máscaras.

Segundo o Município, as aulas só serão retomadas quando houver condições de garantir a segurança de alunos e professores.