Foto: Simone Jardim/ Arquivo pessoal

O homem que havia sido abandonado na rua, em Canoas, foi acolhido por uma comunidade terapêutica da cidade, segundo informou a prefeitura.

Jonas Silveira foi abordado durante a tarde de quarta-feira (03) e durante a noite, após muita conversa, decidiu aceitar o auxílio, evitando passar a madrugada ao relento. Ele deve permanecer amparado noite e dia pela entidade.

Além disso, a prefeitura também divulgou que está em contato com os familiares de Jonas, a fim de resolver a situação dele. Desempregado e deficiente visual, ele veio de Rolante, onde residia com a família.

Um desentendimento teria motivado sua saída de casa. Durante o tempo em que permaneceu na rua, e por ser cego, moradores da região o ajudaram na higiene pessoal e alimentação.