Um homem de 57 anos foi preso por estupro de vulnerável em Canoas. A ação foi realizada pelos agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DCPA).

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O preso é acusado de abusar sexualmente da afilhada. Os crimes começaram em 2006, quando ela tinha oito anos e duraram até 2010. O crime só acabou quando ele tentou agarrar e tirar a roupa da vítima e ela começou a gritar. A criança foi socorrida por vizinhos e relatou que já tinha sido estuprada pelo dindo e que ele só fazia isso quando a mãe dela saia de casa.

A vítima também contou que ele tocava e manipulava o corpo dela. O preso, segundo o delegado Pablo Queiroz Rocha, titular da DPCA, já está condenado pelo crime. No momento do cumprimento do mandado de prisão, a namorada dele tentou despistar os policiais.

O delegado Mario Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM) Regional de Canoas, afirma que o “cumprimento imediato de medidas cautelares determinadas pelo Poder Judiciário contribui para a responsabilização dos condenados, ainda mais em crimes gravíssimos como o ocorrido.”