Foto: Reprodução

Uma mulher morreu após passar mal na tarde de sábado (06), em Sapucaia do Sul. Até a noite deste domingo (07), a família reclamava que o Hospital Getúlio Vargas não tinha ainda liberado o corpo da paciente por suspeita de coronavírus.

Juraci da Silva passou mal e procurou atendimento no hospital na manhã de sábado. Segundo a enteada, Patrícia Souza, ela realizou o teste do coronavírus por apresentar sintomas, mas o resultado deu negativo. Juraci foi medicada e retornou para casa.

Porém, à tarde, a mulher voltou a passar mal. De acordo com Patrícia, um novo teste de Covid-19 foi feito e deu positivo. Porém, Juraci, que já tinha histórico de problemas cardíacos, sofreu um infarto e morreu no hospital.

A enteada pede a liberação do corpo da familiar para que o velório seja realizado, mas teme que isso não possa ser feito a tempo, pois o resultado do novo exame de Covid-19 demoraria em torno de quatro dias para ser conhecido.

“Queremos um enterro digno. O próprio médico disse que ela não tinha coronavírus, que era de coração”, disse Patrícia, se referindo ao primeiro teste.

Uma confusão teria ocorrido do lado de fora do hospital, chamando a atenção da Brigada Militar. Um boletim de ocorrência foi registrado.

A Fundação Hospitalar Getúlio Vargas ainda não se manifestou sobre o caso.