Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (9) a Operação Aurora. O objetivo era desarticular uma quadrilha que roubava carros na Região Metropolitana de Porto Alegre.

As ordens judiciais foram cumpridas em Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada e Viamão, municípios onde residem cinco dos seis suspeitos de integrar a quadrilha e, principalmente, onde eles costumariam agir. Em Osório foi cumprindo um mandado de prisão para um dos líderes do grupo criminoso. Ele dava ordens de dentro da Penitenciária Modulada.

Outro líder do grupo usava tornozeleira eletrônica. Ele foi preso dentro de um condomínio de luxo no bairro Sarandi, em Porto Alegre. Ele teve três carros apreendidos. Os veículos foram avaliados em R$ 500 mil, sendo dois deles blindados.

Como agiam os criminosos?

Após seis meses de investigação, foi descoberto que os assaltantes sempre agiam por volta das 7h, para aproveitar o momento em que as vítimas saíam de casa para ir trabalhar. Além do roubo, eles clonavam e revendiam os veículos.

Os criminosos, além de praticarem os assaltos, também ostentavam com festas, dinheiro, armas e produtos de luxo.