Uma menina de 12 anos foi morta por um vizinho na última quarta-feira (10). O crime ocorreu em Santana da Boa Vista, no Sul do Estado. Conforme a Polícia Civil, ela foi estuprada antes de perder a vida.

Segundo a investigação, a menor foi até a casa de uma costureira, na mesma rua em que ela reside com a mãe, para levar uma encomenda. Porém, quando chegou no local, ela não encontrou a mulher e sim um homem, de 29 anos.

Responsável pelo caso, a delegada Débora Dias, conta que a mãe desconfiou a demora da filha e foi atrás. Quando chegou no local, encontrou um par de tênis da menina na porta e, desconfiada, acionou a Brigada Militar. “A mãe desconfiou porque as casas são bem próximas, e a menina havia demorado, o que não era costume. Como é uma cidade pequena, todo mundo se conhecia e tem muita confiança. Nunca imaginaram que poderia acontecer algo assim”, contou a delegada em entrevista ao Diário de Santa Maria.  

Antes da chegada dos policiais, o acusado disse para a mulher que a criança não estava lá. Depois, ele permitiu a entrada dos policiais que encontraram o corpo da vítima dentro de um roupeiro em um dos quartos. A adolescente estava com um cachecol enrolado no pescoço e despida até os joelhos. A provável causa da morte é asfixia, mas somente os laudos periciais poderão confirmar.

O suspeito foi preso em flagrante por feminicídio e estupro e foi encaminhado ao Presídio Estadual de Caçapava do Sul. O nome da adolescente não foi informado por causa do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).