Um comerciante foi preso na manhã desta terça-feira (16) pela Polícia Federal em Canoas. Ele era um dos alvos da Operação Jizô que combate a pornografia infantil e ao abuso sexual de crianças e adolescentes.

O homem, que tem 29 anos, foi preso em flagrante por armazenar pornografia-infantil juvenil. Outro alvo no município, era um motorista de 45 anos que compartilhava o mesmo material através do WhatsApp. Contra ele, a PF ainda investiga a relação com uma vítima de abuso sexual quando era menor de idade.

Outras ordens judiciais de busca e apreensão foram realizadas em Cachoeirinha, Porto Alegre e Viamão. Mais um homem foi preso em flagrante. Um deles, produzia o conteúdo pornográfico infantil.

Também se identificou, através de entrevista nos locais de busca por profissionais do CRAI, o possível abuso sexual de três menores. Nas buscas, foram apreendidos celulares e computadores que serão periciados no prosseguimento das investigações.