Foto: Jaime Zanatta/GBC

O menino Braian D’Ávila da Silva, oito anos, encontrado após desaparecer da família nesta quinta-feira (18), em Canoas, afirmou em depoimento à polícia que foi levado foi um homem. O caso teve grande repercussão nas redes sociais.

Conforme apurou Agência GBC, Braian foi achado atrás de uma escola, no bairro Mato Grande. Ele reside na rua Irmão Florêncio, no bairro Harmonia.

O suposto sequestro teria ocorrido após a criança sair da casa dos pais para levar o lixo fora. A avó notou a ausência da criança e suspeitou de um Gol de cor prata saindo do local.

Por volta de 19h, o menino foi encontrado, ileso. Ele foi encaminhado ao plantão da Polícia Civil, onde o titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegado Pablo Rocha, deu início às investigações.

Braian disse que o suposto sequestrador se sentiu ameaçado diante de uma ação da polícia na cidade e optou por soltá-lo.

A operação em questão envolve Brigada Militar, Polícia Civil e guardas municipais e agentes de trânsito. A ação procurou coibir os roubos e furtos de veículos, roubos a pedestres e roubos a comércios, além de elevar a sensação de segurança da comunidade.

A polícia busca o suposto sequestrador.