Foto: Jaime Zanatta/GBC

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou nesta sexta-feira (19) que está elaborando um projeto para eliminar gargalos no fluxo de veículos da BR-116 entre Novo Hamburgo e Porto Alegre. Por causa disso, Canoas será beneficiada.

Chamado de Lote 1, o projeto que prevê reforma em 38,5 da rodovia e no trecho mais movimentado do Estado, as obras devem começar até o final do ano na construção de um complexo viário com pontes e viadutos, além da implantação de uma terceira faixa e melhorias das estruturas que já existem na BR-116, em São Leopoldo. No local, há congestionamentos diários em ambos os sentidos.

Segundo o DNIT, a estimativa é que neste trajeto circulem, em média, 140 mil veículos por dia. O foco dessa primeira ação é acabar com os congestionamentos que ocorrem entre o km 240 e km 246, em São Leopoldo, encontram-se o viaduto de acesso ao Bairro Scharlau (km 240), a ponte sobre o Rio dos Sinos (km 245) e o viaduto João Corrêa (km 246). Segundo o departamento, essas tranqueiras ocorrem porque as estruturas estão com a capacidade de tráfego esgotada.

  • Aumentar o número de faixas em ambos os sentidos da rodovia, passando de duas para três faixas de rolamento entre os viadutos João Corrêa e o de acesso ao bairro Scharlau;
  • Construir um novo viaduto de acesso à RS-240, também no bairro Scharlau, propiciando acesso direto do fluxo de Porto Alegre a Novo Hamburgo, sem a intervenção das sinaleiras hoje existentes no local;
  • Alargar as duas pontes sobre a várzea do rio dos Sinos (foto), implantando mais uma faixa de rolamento;
  • Construir duas novas pontes sobre o rio dos Sinos, paralelas às duas existentes. As pontes atuais têm, cada uma, duas faixas de rolamento. As novas travessias terão também duas faixas, de tal modo que, quando implantadas, ampliarão para quatro faixas em cada sentido.

Benefícios para Canoas
O município, segundo o DNIT, receberá uma melhora na Avenida Guilherme Schell. A ideia é que ela seja utilizada como eixo alternativo para desvio do tráfego durante a execução de obras na rodovia.

Isso, porque o departamento informou que realizará outras inversões na BR-116 para melhorar o fluxo de veículos. Quem também vai receber benefícios é a Avenida Ernesto Neugebauer em Porto Alegre.