Foto: Brigada Militar

O 15º Batalhão de Polícia Militar (15º BPM) divulgou nesta semana o levantamento semestral com os indicadores de criminalidade em Canoas. De acordo com o balanço, o município reduziu expressivamente o número de assassinatos e roubos. Um dos dados que mais chamou a atenção do comandante do 15º BPM, tenente-coronel Jorge Dirceu Filho, foi a queda do número de homicídios.

Segundo ele, em entrevista para a Agência GBC, Canoas registrou tinha uma taxa de 15.5 casos para cada 100 mil habitantes em 2019, depois de manter uma média de 41.5 casos. Na primeira metade de 2020, porém, o mesmo índice caiu para 7.8.

O comandante lembrou que a média global definida pela Organização das Nações Unidas (ONU) é de 6.1, o que deixa Canoas ainda mais próxima de obter, até o fim do ano, resultados mais otimistas. “Se mantivermos o trabalho integrado, nos reinventando a cada dia e fator novo que se apresente, acreditamos na conquista de um nível mais baixo do que a média da ONU. Esse é o nosso objetivo”, pontua o comandante.

Principais quedas do semestre em Canoas, segundo o 15º BPM:

69% ROUBO A TRANSPORTE COLETIVO

29,5% HOMICÍDIOS

28% ROUBO A PEDESTRE

23% FURTO DE VEÍCULOS

20% ROUBO A ESTABELECIMENTO COMERCIAIS

16% ROUBO A RESIDÊNCIA