Uma criança de cinco anos sofreu graves queimaduras pelo corpo após ser atingida por destroços de um celular, que explodiu enquanto carregava, em São Paulo. A mãe da pequena Elisa, Liliane Rodrigues, confessou que o aparelho não estava funcionando corretamente, mesmo depois de levá-lo para uma assistência técnica.

Elisa sofreu queimadura nos dois braços, nas duas pernas e no tórax, além de lesões nos lábios e nas narinas. Ela estava fantasiada de bailarina, e a roupa também pegou fogo, assim como seu cabelo. Elisa foi levada para o hospital, mas, agora, continua o tratamento em casa.

A mãe diz que se sente culpada por ter deixado a menina usar o aparelho naquelas condições.