Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A Prefeitura de Porto Alegre comunicou no inicio da tarde desta sexta-feira (17) que não vai autorizar a realização do Gre-Nal da volta do Campeonato Gaúcho após quatro meses de paralisação. O jogo seria disputado no Beira-Rio. A decisão foi tomada após reunião com a Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

Com isso, a FGF terá de procurar uma outra cidade para a disputa da partida, que é válida pela quarta rodada do segundo turno do Gauchão.  O clássico já havia sido confirmado para ser disputado na próxima quarta-feira (22), às 21h30min, mas ainda não contava com a liberação do Comitê Temporário de Enfrentamento ao Coronavírus.

A prefeitura de Porto Alegre se pronunciou através de nota sobre a decisão.

“Diante do quadro de aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI da Capital, a Prefeitura de Porto Alegre, anunciou nesta sexta-feira, 17, que a realização de jogos de futebol segue restrita temporariamente. A medida leva em conta o aumento da taxa de contaminação por Coronavirus e seguirá tendo acompanhamento das equipes técnicas da Secretaria de Saúde. Apesar do acompanhamento técnico e de protocolos criados pela Federação Gaúcha de Futebol, o momento da pandemia na cidade não permite a realização de eventos desse porte.

A Prefeitura informa que seguirá avaliando a situação e manterá contato direto com a Federação Gaúcha de Futebol e os clubes com sede na capital para que todas as medidas a serem adotas sejam pensadas com base na segurança de toda a população de Porto Alegre.”

Retorno do campeonato

Das seis cidades que receberão as partidas restantes do campeonato estadual, apenas Porto Alegre não deu aval para a realização das partidas. Pelotas, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Caxias do Sul e Bento Gonçalves já sinalizaram de maneira positiva no decorrer desta semana.