Justiça determina interdição do Presídio Central devido ao coronavírus | Agência GBC
21.5 C
Canoas
30 de maio de 2023

Justiça determina interdição do Presídio Central devido ao coronavírus

Maior cadeia gaúcha abriga 4.160 presos

A Justiça determinou a interdição do Presídio Central de Porto Alegre por 15 dias devido ao avanço de coronavírus. Além da proibição de ingresso de novos presos na cadeia, está vedada a movimentação interna de detentos.

A cadeia foi vistoriada pela juíza Sonáli da Cruz Zluhan, que determinou o cumprimento da medida, na última segunda-feira (20). No dia 16, foi confirmado o primeiro caso de Covid-19 no estabelecimento prisional. Porém, outras pessoas também estão contaminadas, após serem testadas.

Atualmente, a maior cadeia gaúcha abriga 4.160 presos, sendo que a capacidade máxima é de 1,8 mil. Devido a superlotação, não há condições de atendimento para os casos de Covid-19, que necessitam de isolamento e medicação.

“Tal interdição tem como finalidade apurar, com a maior precisão possível, os presos que já estão contaminados, evitando que novos apenados que adentrem o estabelecimento também se contaminem”, pontuou a magistrada.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!