Foto: JL Balestrin/ GBC

Dois casos confirmados de coronavírus entre os Agentes de Trânsito preocupam a categoria. Conforme a reportagem de Agência GBC, os servidores lotados na Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana (SMTM) querem que a prefeitura teste todos eles, inclusive, os que ainda não apresentaram sintomas.

Um servidor da pasta, que por segurança pediu para não ser identificado, relatou a reportagem que além dos confirmados, há servidores com sintomas. “A administração não se pronunciou. Quando vê, estão tentando encobrir um surto.”

Os funcionários já pediram para o titular da SMTM, o secretário Ademir Zanetti, testes. Porém, ele informou que o pedido foi negado. Eles também pedem uma higienização no prédio. “Nos postos de saúde está acontecendo. Porque temos um tratamento diferenciado?”, relatou outro servidor que não quis ser identificado.

Conforme o Sindicato dos Agentes de Trânsito e Transportes (SINDATRAN) a situação dos servidores está sendo acompanhada. A entidade que representa a categoria informou, por meio de nota que solicita a testagem porque “é um órgão de segurança pública de grande importância que está em contato com a população diariamente. Nossa preocupação principal é com o servidor para que ele não esteja contaminado, e nem contamine a população e seus familiares sem saber. ”

O que diz a Prefeitura?
Questionada, a Prefeitura de Canoas informou que está seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde. Um deles é que só pode ser feitos testes em pessoas que tiveram contato com infectados após oito dias.

No momento, o Executivo Municipal não confirmou quantos casos confirmados e suspeitos tem dentro da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana.