Foto: Governo do Estado

Aumentou para 36 o número de detentos do Presídio Central infectados pelo coronavírus. A cadeia chegou a ser interditada há quase 15 dias quando apenas três apenados testaram positivo para a Covid-19.

Todos os presos, segundo a administração do local, foram medicados e isolados.

Até a próxima terça-feira (4), a Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre deverá decidir se a cadeia seguirá interditada ou não. O prazo inicial estabelecido foi de 15 dias.

A Cadeia Pública de Porto Alegre (novo nome dado ao local) foi projetada para 1,8 mil presos, mas abriga cerca de 4,1 mil. Não houve registro de óbitos por covid-19 no presídio.