Mulher morta por ex-companheiro tinha medida protetiva | Agência GBC
21.9 C
Canoas
29 de novembro de 2022

Mulher morta por ex-companheiro tinha medida protetiva

Antes de ser morta pelo ex, mulher denunciou ele

A mulher encontrada morta ao lado do ex-marido, em Condor, na última quarta-feira (16) possuía uma medida protetiva contra o ex-companheiro há dois meses, de acordo com informações da Polícia Civil.

Liana Santos Gomes, 35, fora encontrada morta no interior de um carro ao lado do ex-companheiro, identificado como Everton Luiz Rodrigues, 38. O caso está sendo investigado pela polícia como feminicídio acompanhado por suicídio.

Segundo a polícia, antes de cometer suicídio Everton teria matado a tiros o atual namorado de Liana, Andrio Andrade Mazzaro, 29, na tarde de terça-feira (15), no município de Júlio de Castilhos. O casal foi abordado pelo Everton quando estava saindo de carro de uma casa. De acordo com a polícia, Everton atropelou e sequestro Liana, após realizar quatro disparos contra Adrio.

A polícia informou que a medida protetiva que Liana tinha, fora pedida devido as ameaças que ele recebia do ex-companheiro. Everton estava proibido de se aproximar de Liana e de ter contato com ela e sua filha de dois anos, que tinham juntos.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!