Foto: JL Balestrin/ Agência GBC

A educadora infantil Ana Caroline da Silva reuniu um grupo de amigos para ajudar a pequena Sofia Helena que sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME). “Eu não sei explicar. Eu queria fazer alguma coisa por ela e não tinha condições de estar todo mesmo fazendo doações. Tenho casa e tenho família, por causa da pandemia, não está sobrando”, explica.

“Quando vi o vídeo dela eu me apaixonei e decidi que queria fazer alguma coisa por ela”, afirmou.

Para conseguir ajudar a Sofia, Ana tem realizado pedágios todos os sábados pela cidade. No último sábado (25), foi realizado um no cruzamento das avenidas Boqueirão e Farroupilha, no bairro Marechal Rondon. “Todos ali no pedágio também se apaixonaram por ela. Eles estão ali por paixão e querem que ela fique boa de uma vez”, afirmou.

Quem é a Sofia Helena?
Moradora de Saudades, no interior de Santa Catarina, a pequena Sofia nasceu em julho de 2019. Ela foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1, a forma mais grave e agressiva da doença. Por isso, a pequena já apresenta fraqueza muscular, não consegue ficar em pé e nem sentada no colo, pois não tem controle da cabeça e do tronco. Outro fator agravante é a imunidade muito baixa, o que pode levar ao agravamento dos estágios da doença.

A grande esperança da família está no medicamento/tratamento chamado “Zolgensma”, que é uma terapia genética que alicerça melhorias positivas no quadro da doença e pode dar aos portadores de AME a chance de uma vida normal e com muita expectativa. Uma única dose do remédio custa 2,1 milhões de dólares. Além disso, o tratamento só pode ser feito até os dois anos.

Quem quiser saber mais sobre a história dela pode acessar a página: amesofiahelena.com

E depois que a Sofia ser curada?
Fizemos essa pergunta para Ana que não titubeou em responder: “Vamos nos unir para ajudar outra criança.”