A Polícia Civil está investigando um caso de abuso sexual de um interno do Presídio Regional de Concórdia, no Oeste de Santa Catarina. O homem, que não teve a identidade revelada e cumpria pena por estupro, teria sido dopado com medicamento dado por outros detentos.

O Departamento de Administração Prisional(DEAP) informou que a direção do presídio recebeu no dia 18 de setembro a denúncia de um interno, de que teria sido estuprado durante a noite. “Imediatamente o detento foi levado à Delegacia de Polícia para registro de Boletim de Ocorrência. Logo após, o interno foi encaminhado ao IGP para exame de corpo de delito”, informou o órgão.

O Deap ainda disse que “todas as medidas legais e periciais foram tomadas e um Inquérito Policial apura as circunstâncias e responsabilidades sobre a denúncia.