Foto: Dado Ruvic/ Reuters

Uma empresa localizada em Niterói, no Rio de Janeiro, estava vendendo vacina falsa contra o Coronavírus, de acordo com a denúncia recebida pela Anvisa. O órgão alerta que ainda não há vacina contra o Coronavírus que esteja autorizada a ser aplicada e nem comercializada a Brasil e que ninguém deve comprar ou se vacinar com nenhum suposto medicamento que prometa a cura.

De acordo com a Anvisa, a falsa vacina era vendida como se fosse desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford em parceria com AstraZeneca. Porém, o órgão reconhece que existe uma vacina sendo desenvolvida pela universidade e pela empresa, mas ainda está em fase de desenvolvimento e não pode ser vendida.

Em nota a Anvisa esclareceu que: “Existem no Brasil vacinas contra a covid-19 exclusivamente para uso em estudos clínicos. Não há permissão para comercialização e distribuição dessas vacinas”.

A denúncia foi registrada no dia 25 de setembro e no mesmo dia foi avaliada e encaminhada formalmente para a Direção Geral da Polícia Federal. No dia 8 deste mês, a polícia cumpriu ordens de busca e apreensão em uma empresa hospitalar localizada no Centro de Niterói.