Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Dois criminosos foram presos por roubo pelos policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) em Canoas. Eles assaltavam motoristas pela cidade.

Para chegar aos bandidos os investigadores buscaram imagens de câmeras do comércio no Centro de Canoas. As imagens foram submetidas a reconhecimento das vítimas. Para ajudar, os policiais ainda apuraram detalhes minunciosos das características das motos e dos bandidos. Uma delas foi a cor do capacete que era usado. “reconhecimentos fotográficos foram confirmados uma vez que os indivíduos foram reconhecidos pessoalmente pelas vítimas uma vez na custódia da polícia”, afirmou o delegado Thiago Lacerda, titular da DRACO Canoas.

Sempre de moto, para conseguir fugir mais rápido, os criminosos abordavam os motoristas que seriam vítimas. Eles agiam armados.

 “A repressão ao crime patrimonial é constante na cidade, sendo importante o trabalho investigativo como o caso em tela, através de reconhecimentos e análise de imagens de vídeo para coibir ações nesse sentido, trazendo maior segurança aos munícipes”, afirmou o delegado regional Mário Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM). Os presos foram encaminhados ao sistema prisional.