Foto: Divulgação

A RGE, acompanhada de agentes da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Canoas, executou na última terça-feira (20) mais uma inspeção de combate a fraudes e furtos de energia elétrica no bairro Harmonia, em Canoas. Na ação, seis estabelecimentos comerciais foram flagrados com ligações irregulares, sendo quatro minimercados, uma recicladora e uma sorveteria. Todos foram verificados e foram identificadas ligações clandestinas.

Os estabelecimentos estavam consumindo energia elétrica ilegalmente. Oito pessoas, entre proprietários e sócios de todos os estabelecimentos, foram presas em flagrante pela Polícia Civil por furto de energia.

Esta não foi uma ação isolada da empresa. A RGE está intensificando a fiscalização para combater fraudes e furto de energia elétrica, visando reduzir as perdas financeiras e, principalmente, os riscos de acidentes com a rede de distribuição e a população.

As ligações clandestinas (gatos) e quaisquer outras irregularidades são investigadas permanentemente pela concessionária, através de fiscalização e monitoramento constante. Estas ligações caracterizam furto de energia elétrica, o que é crime. Além de se transformarem em um grande risco de acidente grave com a rede, podendo causar interrupção no fornecimento de energia, ou com pessoas, podendo ser fatais.

Para cobrar os valores não pagos por quem furta energia, a RGE faz o cálculo do que foi consumido e emite a fatura. Mas grande parte desse consumo acaba não sendo possível cobrar e os custos são rateados entre todos os demais clientes regulares, conforme estabelece a legislação do setor elétrico. Ou seja, riscos e prejuízos para todos. Por isso a importância de se combater de forma permanente furtos e fraudes.