Foto: Brigada Militar/Divulgação

O motorista de aplicativo sequestrado durante a madrugada desta sexta-feira (23) relatou aos policiais do 15° Batalhão de Polícia Militar (15° BPM) que tinha finalizado uma corrida no bairro Guajuviras, em Canoas, quando os criminosos anunciaram o assalto. Ele disse para os bandidos que não tinha dinheiro.

Os criminosos irritados com a negativa, amarraram ele, colocaram um saco plástico na cabeça e o colocaram dentro do porta-malas. Eles levaram alguns pertences da vítima e abandonaram o GM Ônix na Rua Monique, no bairro São José.

Para conseguir respirar, a vítima rasgou com os dentes o saco. Ele foi encontrado pela guarnição já com falta de ar. O motorista foi atendido pelo SAMU.