Foto: Pablo Reis/Prefeitura de Canoas

As cirurgias eletivas estão suspensas nos hospitais de Canoas. Essa é a primeira medida tomada pela prefeitura para se preparar para a chamada segunda onda de coronavírus. O objetivo é que os leitos fiquem à disposição de pacientes infectados pela Covid-19 e aumentar o número de vagas na UTI.

Além disso, a Secretaria de Saúde vai aumentar o número de leitos de UTI ativados para receber pacientes. Estavam em 38 até a semana passada e agora passam para 50. São 34 no Hospital Universitário (HU), 10 no Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG) e seis no Hospital de Pronto Socorro (HPSC).

Já nas Unidades Básicas de saúde, a capacidade de agendamento de consultas será reduzida pela metade. A justificativa é para que as equipes possam se dedicar ao acolhimento de pessoas com sintomas gripais.