O homem que confessou ter matado Naiara Soares Gomes, 7 anos, será julgado pelo Tribunal do Júri, nesta quarta-feira (2) em Caxias do Sul. Juliano Vieira Pimentel de Souza, 34 anos, será julgado por ter raptado, estuprado e assassinado a criança. Naiara foi capturada quando estava indo para a escola em 2018.

A sessão começa às 9 horas e seguirá até as 21 horas. Porém, o julgamento será de portas fechadas, pois se trata de um crime sexual contra uma criança. Caso seja condenado, Juliano pode pegar mais 60 anos de cadeia.

Como foi

Naiara foi considerada desaparecida após ir para escola no bairro São Caetano, em 9 de março de 2018. Imagens de câmeras de segurança mostram que a menina caminhava sozinha.

No dia 21 do mesmo mês, a polícia encontrou o corpo da menina, às margens da Barragem do Faxinal. No mesmo dia um homem foi preso e ele confessou o crime. Laudos da perícia confirmaram que a menina morreu por asfixia e que antes de morrer fora vítima de estupro.

A polícia indiciou Juliano por estupro de vulnerável com morte e ocultação de cadáver. Ele também foi condenado por outro crime, envolvendo outra menina que sobreviveu ao ataque.