Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Roubo de Veículos, em cooperação com a Delegacia de Repressão à Lavagem de Dinheiro, deflagrou Operação Policial de combate à organização criminosa investigada por cometer crimes de lavagem de dinheiro, roubo e furto de veículos, adulteração de sinais identificadores, receptação e uso de documentos falsos, nesta sexta-feira (11).

Estão sendo executadas 50 ordens judiciais, entre mandados de prisão, de busca e apreensão, sequestro de veículos e bloqueio de contas bancárias em Porto Alegre, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Alvorada, Tramandaí e Cidreira, além de Florianópolis, em Santa Catarina.

De acordo com os delegados Rafael Liedtke, Marco Guns e Marcus Viafore, as investigações tiveram início há cerca de nove meses, quando um casal foi preso em flagrante em Cachoeirinha, com seis veículos furtados e/ou roubados e já clonados, além de documento de porte obrigatório falsificado.

A partir daí, as investigações policiais que se seguiram demonstraram a existência de um verdadeiro esquema criminoso, consistente na prática de furtos e roubos de veículos sob encomenda e na clonagem desses automóveis subtraídos.

Os lucros auferidos indevidamente pelos indivíduos com a prática desses delitos seriam divididos por todos integrantes da organização criminosa, de acordo com a tarefa realizada por cada criminoso no decorrer do crime.

As ordens judiciais foram deferidas pela 17° Vara Criminal do Foro Central da Capital após parecer favorável emanado pela respectiva Promotoria de Justiça Especializada do Ministério Público Estadual.

A operação contou com essencial colaboração da Delegacia de Roubo de Veículos da Deic de Santa Catarina, coordenada pelo delegado Rodrigo Bortolini, que executou mandados de busca e apreensão e de prisão em desfavor de criminoso gaúcho residente na localidade de Ingleses, Florianópolis, com ele tendo sido apreendido (por força de ordem judicial de sequestro) um veículo de luxo modelo BMW, X3, branca, avaliada em, aproximadamente, R$ 140 mil.