Foto: JL Balestrin/GBC

Os rodoviários de Canoas cruzaram os braços de forma definitiva nesta quarta-feira (23). Por isso, não há nenhum coletivo da Sogal circulando na cidade.

A categoria está mobilizada em frente a garagem da empresa na Avenida Armando Fajardo, no bairro São José. Eles liberam apenas a saída dos veículos da Vicasa.

A Brigada Militar (BM) acompanha a manifestação. Não há previsão de que os coletivos saiam da garagem.

Pedidos dos funcionários

A categoria reivindica o pagamento do 13° salário, férias, horas extras, pensões e tickets. Desde janeiro, alguns pagamentos estão atrasados. “O trabalhador só quer um pouco de dignidade, para ter um Natal melhor com sua família e poder colocar um peru na mesa para seus filhos”, afirma o presidente do sindicato dos rodoviários Marcelo Nunes.